sábado, 23 de fevereiro de 2013

INVENTE OUTRA

´



Na minha fantasia vale tudo
Cabelo cor-de-rosa
Nuvem de algodão
Lago de espelho
Caminho de casa marcado com pão
O vento é brincadeira
Que uiva na cordilheira
Corre atrás, se esconde,
aparece de repente
Com medo de assombração
O sol me sorri do alto da pagina
Achando graça de tudo ali
A letra “V” sai voando em bando
E o “M” rastejando livre no chão
No mundo de faz de conta,
Minha fantasia é livre
E livre voa...
E se não voltar pra mesma estória,
Tudo bem,
Invento outra...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho INVENTE OUTRA de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

sábado, 16 de fevereiro de 2013

ESCONDE-ESCONDE





Eu me escondo
Você bate cara
Conta até 50 e vai
1,2,3.... 7, 8...
Debaixo da mesa,
Atrás do armário,
Em cima do telhado
Pra lá do muro
10, 11... 16, 17...
No meio do mato
Em baixo da cama
Na rua debaixo
Meninos por todo lado
48, 49, 50.... LÁ VOU EEEEEU....
Ali o boné, sapato eu vi,
Chiquinho, Carlinho,
Acusado ali, Déquinho e Didi...
1,2,3,... podem sair...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho ESCONDE-ESCONDE de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

domingo, 10 de fevereiro de 2013

SER FELIZ, JÁ BASTA!





(Pede para mamãe ou para o papai, ampliar a figura, imprimir, aí você pinta e pode usar como máscara. Vai ficar um barato!!!)

Vamos inventar o Carnaval
Cola, tesoura e imaginação,
Uma garrafa pet,
Um pedaço de feltro ou papel,
Purpurina ou glitter
Pulseiras, brincos, argolas,
Tintas e disposição
Cores, penas, botões,
Criatividade e ousadia
Além de toda brincadeira
Pode você ser o que quiser
Um fantasma, um pirata, um bandido
Um palhaço, um xerife, um astronauta
Um ET, um dinossauro, um Transformer
Um bonequinho de Lego, um bruxo ou um anjo
De louco ninguém vai te chamar
Não precisa saber dançar, nem cantar
Ouça a musica e pule, mexa-se do seu jeito
Alegria não tem defeito
A Escola de Samba passa lá na avenida
No seu coração basta a farra
Pinte a cara e o corpo,
Use seu sorriso mais largo,
Se fantasie e vai brincar...
Ser feliz, já basta...

Vera Celms
Licença Creative Commons
O trabalho SER FELIZ, JÁ BASTA! de Vera Celms foi licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.

domingo, 3 de fevereiro de 2013

SEREIAS INFANTES





Mágica,
Magia no ar,
No mar,
No sorriso de uma criança
Que por magia
Encanta, surpreende, hipnotiza
Estrelas nos olhos
Estrela no mar
E a criança se despediu
Da ultima estrela no céu, ao despertar
Sorrindo, luzindo,
Pequenas sereias infantes
Parecem visões instantes
Na beira do mar
Na marolinha a brincar
Com o brilho que as estrelas do céu
Deixaram no mar a cintilar
Riqueza, tanta riqueza no olhar
São crianças a cantar
Cantigas que um dia todos nós aprendemos
E talvez até esquecemos
No dia em que perdemos
A magia de ver sereias no mar...

Vera Celms
Licença Creative Commons
A obra SEREIAS INFANTES de Vera Celms foi licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.